Quase o mesmo que escolher o nome de um filho é definir o nome dos carros!

0
107

É, a tarefa não é fácil! E como estamos aqui no Salão, não tem lugar no mundo mais conveniente para descobrirmos algumas curiosidades sobre esses nomes

Para as montadoras uma coisa é certa: o nome precisa ser fácil, ficar na cabeça das pessoas e ter um som agradável. O processo de pesquisa para definir o nome do novo veículo é tarefa do marketing de cada marca, e PASMEM: a definição do nome chega a durar meses ou até anos!

Algumas marcas optam por nomes pequenos e fáceis, normalmente abreviações de adjetivos característicos do produto. Por exemplo, o Fiat Mobi vem de “mobilidade”. Já o Nissan Versa vem de “versatilidade”. O mais interessante de todos é a Kombi, que vem do alemão “Kombinationfahrzeug”, que quer dizer “veículo combinado para carga e passageiro”.

Uma curiosidade sobre o do Mustang Shelby GT500, que está exposto aqui no Salão: ele é uma homenagem a um fazendeiro do texas Carroll Shelby, criador do modelo cobra. Outra homenagem presente no evento é Golf Gte Sport, o nome Golf é alusivo esporte. A famosa Ferrari, também exposta no evento, vem do sobrenome do mecânico e mais tarde o grande fundador da fábrica de automóveis Ferrari, Sr. Enzo Anselmo Ferrari.

Algumas marcas preferem utilizar números ou letras para identificar seus carros. Mesmo que alguns acreditam que isso tira um pouco do charme do automóvel, na verdade vai de encontro com a intenção da maioria das montadoras: ser prático e de fácil entendimento. R8 Coupé, S5 Coupé, H-Tron, AMG GT S, AMG S 63, LF-FC, BMW 8i, BMW M2, Porche 911 e 718, esses são alguns dos exemplos de padronização nominal de montadoras que também estão presentes no Salão deste ano.

Agora que você já sabe o porquê do nome de batismo de alguns dos carros presentes no Salão, venha ver de perto cada um deles. Até dia 20, no São Paulo Expo.

Facebook Comments